24 C
Palotina
15 dezembro 2019
O procurador do Ministério Público Federal (MPF), Deltan Dallagnol, afirmou, em coletiva nesta segunda-feira (28), que o esquema de propinas que se iniciou em 1999 e favorecia concessionárias do Paraná deixou um prejuízo estimado de R$ 8,4 bilhões em valores atualizados. De acordo com ele, como resultado dos desvios, o preço do pedágio aumentou de forma significativa e menos de 25% das obras contratadas foram concluídas. Entre os denunciados pelo...
ENVIE SUA NOTÍCIA