O Conselho Municipal de Controle da Dengue se reuniu na sexta-feira (7) juntamente com funcionários públicos e membros do Conselho Municipal de Saúde a fim de discutir ações para o controle da dengue em Maripá. O último índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, de 4,5%, coloca o município em situação de alerta para uma possível epidemia, visto que o preconizado pelo Ministério da Saúde é de até 1%.

Dados do setor de Vigilância Epidemiológica apontam que até quinta-feira (6) havia o registro de 47 casos notificados e 6 casos confirmados de dengue em Maripá. No Paraná, são mais de 300 municípios enfrentando a doença com 49 mil casos suspeitos e 14 mil confirmados. Muitas cidades da região oeste já estão em epidemia.

Dentre as ações discutidas na reunião, destacam-se a continuidade das vistorias nos imóveis a fim de finalizar 100% das propriedades urbanas; vistorias nos prédios e praças públicas; ação estratégica nos cemitérios municipais; informar o setor responsável sobre terrenos baldios com necessidade de capina do mato; limpeza dos bueiros sinalizados pela equipe; orientação aos moradores quanto à coleta seletiva dos resíduos em dias específicos; e bloqueio mecânico dos casos suspeitos.

CORABORAÇÃO – O Conselho Municipal de Controle da Dengue definiu durante a reunião que não fará um novo arrastão e mutirão de limpeza no mês de fevereiro, visto que a ação foi executada no final de novembro e início de dezembro, tendo grande êxito. Mas a equipe ressalta que é dever de todo o cidadão fazer a vistoria regularmente no seu imóvel, que é de sua inteira responsabilidade.

O comitê pede a colaboração de toda a comunidade para eliminar os possíveis criadouros naturais e artificiais do mosquito causador da dengue, lembrando que não há outra forma de eliminar o problema, a não ser eliminando a água parada que ajuda a criar o Aedes aegypti.

ATENDIMENTO – A Secretaria de Saúde está atendendo todos os pacientes doentes, sendo que a maioria apresenta um quadro grave. É necessário que os munícipes colaborem com o protocolo de atendimento ao paciente com dengue, procurando os serviços de saúde do município assim que identificar os sintomas.

Deixe seu comentário