Já está detido na carceragem de Nova Aurora o homem de 39 anos que manteve os dois enteados, de 12 e 14 anos, reféns por mais de 28 horas em Cafelândia.

Depois que a Polícia Militar invadiu a casa, no final da tarde de ontem, o homem passou por avaliação médica e depois foi encaminhado à detenção. O delegado Ary Nunes Pereira já ouviu o homem que diz que estava em surto.

“Ele fala que escutou a vizinhança falando que ele era pedófilo e teve um surto. Ele responde a todas as perguntas, parece ter noção do que está falando. É uma pessoa que fica o tempo todo de cabeça baixa”, relata.

O homem não tinha passagens pelo setor policial e tinha ficado internado algumas vezes devido a vício. Ele não machucou as crianças.

“Diz ele que não ia machucá-los. Ele tentou chamar atenção. Tratamos o caso como crime, após o encaminhamento para a justiça será avaliado a questão psiquiátrica”, avalia Ary.

O objetivo é dar sequência às oitivas ainda hoje ouvindo a mulher que conviveu com ele por cerca de dez anos, as crianças e os vizinhos.

O caso

No início da tarde de segunda-feira a mulher que estava trabalhando soube que o companheiro amarrou os filhos em casa e ameaçava matá-los. Ela chamou familiares, mas não conseguiram convencer o homem a soltar as crianças. A Polícia de toda a região foi mobilizada e depois o Bope, de Curitiba, mesmo assim a negociação foi complexa.

No final da tarde a PM deu prazo de meia hora para que o homem se entregasse e então invadiu a casa. Foram usadas armas não-letais e ninguém se feriu.

FONTE: CGN

Deixe seu comentário