O vice-prefeito Chico Brum e a secretária de Educação e Cultura, Judith Sendtko participaram do lançamento do programa Educa Juntos feito pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, em Curitiba, na quarta-feira (11). O programa tem a finalidade de apoiar os municípios e melhorar os índices de aprendizagem e alfabetização dos estudantes paranaenses desde a educação infantil.

A proposta visa ampliar o suporte técnico e pedagógico e promover ações colaborativas entre Estado e municípios para garantir o ensino de qualidade nas redes municipais de ensino.

Esta é a primeira vez que o Estado dará suporte pedagógico aos municípios, com a oferta de formação continuada aos professores, de materiais didáticos para alfabetização e disponibilização da Prova Paraná para avaliar os estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental.

De acordo com a apresentação do projeto, o programa “Educa Juntos” é acima de tudo, um convite do Governo do Paraná para assumir o compromisso de trabalhar para garantir as condições necessárias para que a educação do Paraná avance, contemple as necessidades de aprendizagem e, principalmente, contribua efetivamente para o futuro de todos os estudantes paranaenses.

Entre as ações previstas pela Secretaria Estadual da Educação está o fornecimento às redes municipais de um material complementar de apoio didático, focado na alfabetização para os 1º e 2º anos do Ensino Fundamental. É um material de qualidade, contemplando os objetivos de aprendizagem e conteúdos de cada fase, conforme o previsto no Referencial Curricular do Paraná. A ação deve beneficiar 255 mil alunos.

Os municípios também terão acesso a instrumentos de avaliação, como a Prova Paraná (para 2º e 5º anos do ensino fundamental), Fluência (2º ano) e o Sistema de Avaliação Educacional do Paraná – Saep (2º e 5º). Eles funcionarão como uma ferramenta pedagógica para cada escola, que usará seus resultados para entender mais detalhadamente o que os alunos estão aprendendo e o que não estão e, assim, definir ações direcionadas para melhorar a aprendizagem. Cerca de 260 mil alunos farão as avaliações.

Os professores, pedagogos, gestores das escolas e as equipes técnicas municipais passarão por formações continuadas, com foco no aprimoramento profissional. Serão três formações por ano, para 800 pessoas em cada. Além disso, a Secretaria da Educação vai reconhecer e premiar as pastas municipais que tiverem as melhores práticas pedagógicas e alcançarem os melhores resultados no programa.

Deixe seu comentário