Nesta sexta-feira, dia 14, é celebrado em todo mundo o Dia Mundial do Doador de Sangue. A data serve de homenagem a todas as pessoas que praticam este ato de amor ao próximo e sensibilizar as pessoas que ainda não realizam a doação.

Em Palotina, a campanha intitulada “Junho Vermelho”, lançada no calendário oficial do município a partir da Lei nº 5.092, tem a finalidade conscientizar a população sobre a importância da doação de sangue. “Essa é uma forma de chamar a atenção das pessoas quanto à doação voluntaria de sangue, que é um ato responsável pela salvação de muitas vidas”, comenta a secretária de Saúde, Jaqueline Delai. “A doação por uma pessoa pode salvar até quatro vidas, além de ser essencial para atendimentos de urgência, realização de cirurgias de grande porte e tratamento de pessoas com doenças crônicas”, complementa.

Nesta manhã, durante a reunião semanal dos secretários da Administração Municipal, o presidente da Associação dos Doadores de Sangue de Palotina (ADOSP), José Carlos Pereira esteve no gabinete para explanar sobre as ações desenvolvidas pela associação nos 11 anos de atuação no município. Já são mais de 3 mil associados. Para ser um doador é necessário se enquadrar em algumas características específicas, como:

– Ter idade entre 16 e 68 anos;

– Ter acima de 50 quilos;

– Não ter Hepatite B, Hepatite C, Doença de Chagas, Sífilis, AIDS (HIV), HTLV;

– Estar bem alimentado e descansado;

– Esperar entre 90 e 180 dias após o parto para mulheres grávidas;

– Se estiver gripado, esperar no mínimo 7 dias após a recuperação para poder doar;

– Após uma doação, as mulheres devem esperar 90 dias para fazê-lo novamente; enquanto os homens devem aguardar 60 dias.

Seja um associado do ADOSP. Entre em contato e tenha maiores informações por meio do telefone: 44 3649-1550 ou 9 9907 – 6404. O atendimento é diário, no horário das 08h30 às 11h30 e das 13h30 às 15h30.

Deixe seu comentário