Por ora, o reajuste na tarifa de água anunciado pela Sanepar para entrar em vigor na sexta-feira (17), está suspenso.

O diretor financeiro e relações com investidores, Joel de Jesus Macedo, emitiu nesta segunda-feira (13) um comunicado aos acionistas e investidores informando que o TCE (Tribunal de Contas do Estado) concedeu liminar para barrar o aumento.

O documento foi liberado aos acionistas na véspera do pronunciamento do conselheiro do TCE, Fernando Guimarães, relator da decisão. Guimarães acatou o recurso da 2ª Inspetoria de Controle Externo.

“A Companhia de Saneamento do Paraná – SANEPAR, em cumprimento ao disposto na Instrução CVM nº 358/2002, comunica a seus acionistas, investidores e ao mercado em geral, que o Tribunal de Contas do Estado do Paraná concedeu medida cautelar pleiteada pela 2ª Inspetoria de Controle Externo do mesmo órgão, para fins de imediata suspensão de qualquer ato visando à implementação por parte da Companhia de Saneamento do Paraná – Sanepar, do “Reajuste Tarifário Anual de 2019″ de 12,12944%, a ser aplicado nas contas de água e esgoto”.

No documento, consta ainda que a Sanepar vai tomar providências necessárias para o que eles chamam de “restabelecer o seu direito ao alusivo reajuste já fixado pelo Conselho Diretor da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná – AGEPAR”.

As informações são da Catve

Deixe seu comentário