Em reunião na manhã desta terça-feira, dia 13, a equipe técnica da Itaipu Binacional – Fundação Parque Tecnológico de Itaipu (FPTI) apresentaram ao prefeito Jucenir e vice Chico Brum o plano de expansão da Associação de Agentes Ambientais e Recicláveis Palotina Preserva – Apava. O Plano Operacional é um guia que reúne informações, apresenta os aspectos mais relevantes da operação e traz uma análise de viabilidade da unidade de valorização de recicláveis. Além disso, retrata os caminhos a serem percorridos para alcance de metas a partir de uma série de estudos, diminuindo riscos e possibilitando resultados positivos aos processos.

O projeto faz parte de um convênio assinado entre o Município de Palotina e a Itaipu Binacional com a finalidade de contribuir com a melhoria na qualidade de vida, proporcionando um ambiente mais sustentável, promoção de renda e destinação corre dos resíduos. Por meio desta parceria, este apoio à associação visa promover a cidadania dos catadores de materiais recicláveis e a inclusão social e produtiva, impulsionando assim o desenvolvimento territorial sustentável, de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, Lei Federal nº 12.305 de 2010.

A Apava conta com 20 catadores associados que trabalham 8 horas por dia na Central de Triagem. Por mês são comercializadas cerca de 70 toneladas de material reciclado.

A reunião teve a participação do coordenador da Central de Triagem, Dorival Canhete; diretora de Agricultura, Clair Pasqualotto; assistente técnico de Itaipu, Marcelo Uliana; engenheiro ambiental do FPTI, Paulo Squinzani; e a técnica de referencia regional do FPTI, Luana Lenhard. O Plano Operacional também foi apresentado para membros do Conselho Municipal do Meio Ambiente.

Deixe seu comentário