A Junta do Serviço Militar de Maripá realizou nesta terça-feira (23), no Centro Comunitário dos Bairros, a cerimônia de Juramento à Bandeira e entrega do Certificado de Dispensa de Incorporação (CDI) a 36 jovens maripaenses. O ato foi conduzido pelo capitão Wilson Moreira de Souza, chefe do Posto de Recrutamento e Mobilização de Cascavel (PRM), pelo subtenente Ivan Santos de Oliveira e o soldado Evandro Gomes da Silva. 

Em seu pronunciamento, o capitão Wilson Moreira de Souza ressaltou o compromisso assumido com a pátria. “Este ato simboliza o exercício da cidadania pelo ingresso na maioridade e afirma o compromisso em defender a pátria, estando à disposição do país até os 45 anos”, explica. 

O alistamento militar é obrigatório para todo jovem brasileiro do sexo masculino que completa 18 anos. Sem o CDI, o cidadão fica impedido, por exemplo, de ingressar no serviço público, tirar passaporte ou se matricular em universidade. 

Os jovens que não participaram da cerimônia devem procurar a Junta do Serviço Militar – localizada junto à Secretaria de Indústria, Comércio, Turismo e Desenvolvimento Econômico em frente à Praça das Orquídeas – para regularizar a situação. 

Presenças

Esteve presente ainda o vice-prefeito, Elizeu Spagnol; o secretário da Junta do Serviço Militar de Maripá, Wagner Lescowicz; o presidente da Câmara de Vereadores, Euclides Kreutz; o sargento Wulf, comandante do Destacamento da Polícia Militar local; o controlador interno, Eder Anschau; a Secretária do Trabalho e Assistência Social, Neide Thim; a secretária de Indústria, Comércio, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Gonda Baú; o secretário de Governo, Jonis Spagnol; e pais dos jovens dispensados. 

Deixe seu comentário